• ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    sexta-feira, 12 de maio de 2017

    Morre aos 90 anos critico literário Antonio Candido.

    (Foto: Divulgação)
    O crítico literário e sociólogo Antonio Candido morreu em São Paulo na madrugada desta sexta-feira (12) aos 98 anos. A informação foi confirmada pela Faculdade de Filosofia e Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, onde ele deu aulas no curso de Letras e era professor emérito.



    O velório ocorre no Hospital Albert Einstein, no Morumbi, até as 17h. Ele deixa as filhas Ana Luísa e as também
    professoras de História da USP, Laura de Mello e Souza e Marina de Mello e Souza.

    Marina disse que o pai já tinha um problema no estômago, não se sentiu bem e foi internado no sábado.

    "Espero que a morte dele seja um momento para a sociedade brasileira pensar sobre ética, ele era um homem muito coerente com seus ideais. Eu acho que seria bonito se o Brasil pudesse colocar a mão na cabeça e lembrar da geração
    dele, da geração que ele representa, um momento do país e uma geração que prezava os valores da democracia, os ideias e se comportava conforme valores mais amplos do que interesses pessoais e privados", afirmou Marina.


    Segundo ela, o pai estava lúcido até os últimos momentos. Sobre a crise política e o momento atual no mundo, Antonio Candido "estava muito triste. Ele estava assustado com o mundo, com os conflitos, a violência, a guinada à direita no mundo", relembra Marina.

    "Ele estava preocupado que tínhamos perdido conquistas e direitos", disse ela.
    Igualdade em todas as áreas sociais, todos os campos, como direitos trabalhistas.


    Quer receber notícias direto no seu whatsapp sobre diversos assuntos? Então envie a palavra 'NOTÍCIA' para o número (92) 9-8133-6948 e pronto! Não é grupo e este serviço é totalmente gratuito.





    Policial

    Entretenimento

    Hora da Venenosa