• ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

    Jovem é mantida viva após a morte cerebral para dar à luz gêmeos.

    (Foto: Reprodução/Facebook)
    A jovem Frankieline da Silva tinha 21 anos quando estava gravida e teve uma hemorragia cerebral. A família e os médicos do Hospital Nossa Senhora do Rocio, em Campo Largo - PR.


    Decidiram manter ela viva mesmo depois de sua morte para salvar os dois bebês, deu tudo certo e os bebês nasceram nesta segunda-feira (20). Foram 123 dia de uma batalha pela vida, de carinho, de dedicação, de acreditar no que parecia impossível.


    Frankeline chegou ao hospital com uma hemorragia grave no cérebro, três dias depois os médicos constataram a morte cerebral dela. A jovem não tinha mais a chance de viver mas dentro dela batiam dois corações, o de Azaphi e de Ana
    Vitória.


    A equipe médica tinha o desafio de manter o corpo dela funcionando para que os dois bebês pudessem se desenvolver. Cada minuto, cada avanço, cada resposta, foi uma gravidez monitorada 24 horas por dia.

    Quer receber notícias direto no seu whatsapp sobre diversos assuntos? Então envie a palavra 
    'NOTÍCIA' para o número (92) 9-8133-6948 e pronto! Não é grupo e este serviço é totalmente gratuito.







    Policial

    Entretenimento

    Hora da Venenosa