• ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    domingo, 15 de janeiro de 2017

    Por ser gay gerente de boate é espancado ao pedir ajuda após assalto.

    (Foto divulgação)
    Após ser vítima de um assalto na manhã do último domingo (15), no centro de São Paulo, o gerente de uma boate LGBT Rodrigo Ambrogi, de 19 anos, correu atrás de um dos ladrões, conseguiu imobilizá-lo e pediu ajuda a um homem que saía da garagem de um prédio na Bela Vista. Segundo conta, o rapaz, que aparenta ter 30 anos, desceu do carro e o espancou até ele desmaiar. “Não quero gay brigando na frente da minha casa”, teria dito o agressor à vítima.



    Gerente de uma boate LGBT na Rua Peixoto Gomide, Ambrogi costuma ir comer um cachorro-quente por volta das 5 horas, pouco antes de fechar o estabelecimento. Fez o mesmo na manhã deste domingo, mas acabou abordado por um grupo que, segundo conta, roubou seu celular. “Quatro caras me assaltaram, esvaziaram meu bolso”, diz.



    Desacordado, Ambrogi foi socorrido por um segurança da boate, que o levou ao Hospital Santa Casa, também no centro. A vítima sofreu fratura no nariz, ficou com hematomas pelo corpo e recebeu alta nesta tarde.



    Agora veja imagens que foram registradas exatamente durante o momento da agressão.

    Quer receber notícias direto no seu whatsapp sobre diversos assuntos? Então envie a palavra 
    'NOTÍCIA' para o número (92) 9-8133-6948 e pronto! Não é grupo e este serviço é totalmente gratuito.

    Policial

    Entretenimento

    Hora da Venenosa