• ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

    Clayton Pascarelli foi demitido por tentar proteger empresa que administra presídios no AM.

    (Reprodução Facebook)
    A afiliada da Rede Globo em Manaus demitiu o repórter Clayton Pascarelli Rebouças e o fato teve repercussão nas redes sociais.


    A versão que circulou na internet é que o repórter foi demitido a pedido do governador José Melo.

    Dois dias depois, vem à tona verdadeira versão para a demissão do jornalista. Pascarelli é dono da empresa F 5 Comunicação que faz a assessoria de imprensa para a Umanizzare Gestão Prisional e Serviços, que está no centro das denúncias do massacre de presos em Manaus, já que é a responsável pela gerência e manutenção dos presídios da capital.



    A versão que se comenta dentro da Rede Amazônica é que o repórter queria usar o poderoso canal de TV para blindar a Umanizzare que teria afrouxado e permitido a barbárie que deixou assustado o Estado Islâmico.

    (Divulgação)
    Fonte: Tiradentes

    Quer receber notícias direto no seu whatsapp sobre diversos assuntos? Então envie a palavra 
    'NOTÍCIA' para o número (92) 9-8133-6948 e pronto! Não é grupo e este serviço é totalmente gratuito.




    Policial

    Entretenimento

    Hora da Venenosa